Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Samantha Em Chamas

Fogos e desafogos de uma lésbica passada dos cornos e meio anti-social

O calendário das emoções

Há um par de semanas estava a conversar com uma pessoa sobre as mais variadas coisas até que, a determinada altura, mencionei uma pessoa por quem estive enamorada ao longo de 10 anos. Mais tempo, menos tempo, acrescentei. E desde então que tenho questionado a formação da linha temporal das emoções e relações.

 

Ainda no outro dia estava a ver um episódio de Modern Family em que, numa referência a um filme, uma personagem parte o relógio e diz "Quero recordar o exacto momento em que voltei a apaixonar-me por ti.". E fiquei a pensar que realmente, no meu caso, consigo apontar um ano - 2007 - mas não consigo apontar uma data exacta para o momento em que me apaixonei. Parece que sempre foi algo que esteve comigo mas efectivamente não porque antes de 2007 isso não aconteceu, logicamente. E o mesmo acontece com o final: não consigo apontar o momento em que deixei de estar enamorada. Então como posso dizer que foram 10 anos, mais tempo, menos tempo? Porque foram. E porque foi um processo emocional e mental que não envolveu apenas uma emoção romântica mas toda uma conexão além disso e a sua respectiva complexidade (e consequências). E tanto envolveu uma parte abstracta como uma parte mais concreta. Entre sentimentos, palavras, decisões e actos, isto durou 10 anos. Mais tempo, menos tempo. 

 

Há marcos na vida das pessoas a partir dos quais se pode iniciar uma trajectória temporal mais específica, traduzidos em aniversários a partir de ali. Um namoro ou um casamento, por exemplo. Um nascimento. Até algumas amizades. Mas não foi nesse dia que as emoções começaram a existir. Uma celebração de 21 anos de qualquer coisa não é necessariamente um indicador da existência de 21 anos de emoções associadas a isso mesmo e às pessoas envolvidas. Então como é que se comemora o "aniversário" de algo que sentimos? A única conclusão à qual consigo chegar é: sem prender os sentimentos nos ponteiros de um relógio ou limitá-los a um quadrado no calendário. Com o coração.

Dia Internacional das Super-Mulheres

Escrevi mais um texto para o Androids e Demogorgons, desta vez um paralelo entre a série Jessica Jones (sem spoilers específicos, prometo!) e algumas situações que levam à existência do Dia Internacional da Mulher. Se tiverem interesse:

 

O Dia da Mulher e o Dia de Jessica Jones

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

ANTES QUE SE QUEIMEM

Liberdade de expressão não é o mesmo que liberdade de ofensa, portanto comentários ofensivos não serão aprovados. Discordar é válido, palavras agressivas dirigidas a mim ou outras pessoas não. As fotos e os textos neste blog são normalmente da minha autoria e, no caso de não serem, avisarei no post respectivo.

Registo de Fogos Postos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Blogs de Portugal